Música e cerveja

Música e cerveja, a combinação perfeita (parte 4)

Hoje no música e cerveja, a combinação perfeita é entre duas brasileiras, Extra Fancy IPA (Tupiniquim/PoA) e “Bom é Quando Faz Mal” (Matanza)!

A cerveja foi o resultado de uma colaboração entre a Tupiniquim e a Eviltwin Brewing e que ainda foi premiada como a melhor da categoria (AIPA) no South beer Cup 2014.

Bom, na verdade acho que qualquer música com uma forte batida pode combinar perfeitamente com essa cerveja, também forte, que leva em sua composição limão (provavelmente a casca) e três variedades de lúpulos!

Quanto a Tupiniquim é uma cervejaria de Porto Alegre/RS, criada por volta de 2011, já faturou 5 prêmios na South Beer Cup 2014 e já produziram diversas “reliquias” em parceria com Eviltwin Brewing, que é cervejaria “cigana” de Nova York/US, criada em 2010, que por sua vez, já criou inúmeras cervejas, todas com parcerias de cervejeiros artesanais, muitas delas premiadas em diversos eventos.

Para quem não conhece, Matanza é uma banda de rock do Rio de Janeiro formada em 1996. Sua música é uma mistura de hardcore punk, country e heavy metal, formando assim o gênero que a mídia intitulou de “countrycore”.

Boa Música e cerveja a todos, afinal Tem Cerveja.

Pedro Schneider

Pedro Schneider

Há alguns anos atrás, resolvi "beber" umas cervejas diferentes "para ver qual é a diferença". Hoje sou apaixonado por IPAs, APAs, Weiss e etc.
Pedro Schneider
Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *