Tag : escocia

post image

Degustação: BrewDog Dead Pony Club – American Pale Ale

Muito temos falado desta cervejaria que faz parte da nossa degustação desta semana. Ela que tem ganho muitos prêmios internacionais ao longo de apenas 7 anos de existência. A Brewdog, amada por muitos e desejada pelo resto, nos mostra que sim é possível a harmonização entre estilo irreverente e qualidade.

Vamos aos fatos, a Brewdog foi fundada na Escócia em meados de 2007 por James Watt e Martin Dickie. Igualmente à história de muitas cervejarias ao redor do mundo, eles estavam cansados das mesmices e a baixa qualidade das cervejas do Reino Unido e decidiram revolucionar o mercado criando a sua própria cerveja. O nome da cervejaria é uma homenagem, ao que eles próprios nomeavam de “fundador” e “comandante chefe” o cão Brancken. O “fundador” esteve presente desde o início dos planos da criação da cervejaria e lamentavelmente veio a falecer em outubro de 2012 (veja o comunicado da Cervejaria).

Bracken e a sua importância à Brewdog

Bracken e a sua importância à Brewdog

Esperamos que em outras degustações que poderão vir, possamos contar mais do passado, presente e do esplêndido futuro que aguarda a Brewdog, uma cervejaria que revoluciona cada vez mais o mundo. Sem mais delongas, vamos ao que interessa:

Degustação

Degustação da vez uma BrewDog Dead Pony Club - American Pale Ale

Degustação da vez uma BrewDog Dead Pony Club – American Pale Ale

Um belo exemplar de uma American Pale Ale que quando servida apresenta coloração âmbar com pouca formação de espuma. O aroma dos seus lúpulos é muito marcante, parece que eles estão todos perfeitamente harmonizados.  O amargor presente representa muito bem ao estilo American Pale Ale, pois é não forte, talvez seja esta a medida certa? O baixo nível de álcool faz com que esta cerveja possa ser servida uma atrás da outra, quem sabe em um mundo perfeito esta seja a cerveja servida em pubs, bares e botecos? sonhar não custa nada (ainda). Ótima cerveja e não poderia ser diferente vindo de uma das cervejarias que mais inova. Com certeza teremos outras degustações de outros exemplares, pois todos eles merecem ser apreciados até a última gota, porque afinal aqui Tem Cerveja!

Vamos as notas dadas pelos dois degustadores então:

Luis Calderón
– Aroma: 10/10
– Aparência: 5/5
– Sabor: 18/20
– Sensação: 4/5
– Conjunto: 10/10
– Avaliação geral: 4,7

Pedro Schneider
– Aroma: 9/10
– Aparência: 5/5
– Sabor: 16/20
– Sensação: 4/5
– Conjunto: 9/10
– Avaliação geral: 4,3

Ficha técnica:
Estilo: American Pale Ale
Álcool: 3.8% ABV
IBU:  25
Temperatura: 5 a 7°C