Tag : ninkasi

post image

Mulheres e o universo da Cerveja – História

As mulheres, em contradição ao que muita gente pensa, tem sim muita importância neste universo tão vasto da cerveja. Desde a sua descoberta (sim, a cerveja foi descoberta e não inventada. Outro dia entraremos neste mérito) à menção as mulheres, tanto na sua “idolatria” como na sua fabricação. Nos dias atuais as mulheres deixaram de ser apenas apelos visuais às divulgações mas buscam cada vez mais o seu espaço e convenhamos, conseguiram!

Mulheres e a história da Cerveja

A história nos conta que um texto datado de 1.800 AC é uma das receitas mais antigas que se tem registro. Escrito por um poeta sumério, o “Hino” (ou Louvor) à Ninkasi revela já naquela época o processo da fabricação da cerveja, que mesmo com toda a tecnologia atual, não mudou. Com tudo isso, é relevante também informar que os primeiros cervejeiros(as?) em que se tem registro eram mulheres, já que elas ficavam responsáveis pelas tarefas domésticas. A cerveja era servida na mesa como um alimento e fazia parte da dieta básica das famílias.

Ninkasi - A Deusa da Cerveja

Ninkasi – A Deusa da Cerveja

Louvor à Ninkasi

Nascida da água corrente
Delicadamente cuidada por Ninhursag
Nascida da água corrente
Delicadamente cuidada por Ninhursag

Tendo fundado sua cidade pelo lago sagrado
Ela rematou-a com grandes muralhas por você
Ninkasi, fundando sua cidade pelo lago sagrado
Ela rematou-a com grandes muralhas por você

Seu pai é Enki, Senhor Nidimmud
Sua mãe é Ninti, a rainha do lago sagrado
Ninkasi, seu pai é Enki, Senhor Nidimmud
Sua mãe é Ninti, a rainha do lago sagrado

Você é a única que maneja a massa com uma grande pá
Misturando em um poço o bappir com ervas aromáticas doces
Ninkasi, você é a única que maneja a massa com uma grande pá
Misturando em um poço o bappir com tâmaras ou mel

Você é a única que assa o bappir no grande forno
Coloca em ordem as pilhas de sementes descascadas
Ninkasi, Você é a única que assa o bappir no grande forno
Coloca em ordem as pilhas de sementes descascadas

Você é a única que rega o malte jogado pelo chão
Os cães fidalgos mantém distância, até mesmo os soberanos
Ninkasi, você é a única que rega o malte jogado pelo chão
Os cães fidalgos mantém distância, até mesmo os soberanos

Você é a única que embebe o malte em uma ânfora
As ondas surgem, as ondas caem
Ninkasi, você é a única que embebe o malte em uma ânfora
As ondas surgem, as ondas caem

Você é a única que estica a pasta assada em largas esteiras de palha
A frieza supera
Ninkasi, Você é a única que estica a pasta assada em largas esteiras de palha
A frieza supera

Você é a única que segura com ambas as mãos o magnífico e doce sumo
Fermentando-o com mel e vinho
(Você, o doce sumo para o eleito)
Ninkasi, (…)
(Você, o doce sumo para o eleito)

O barril filtrador, que faz um som agradável
Você ocupa apropriadamente o topo de um grande barril coletor
Ninkasi, o barril filtrador, que faz um som agradável
Você ocupa apropriadamente o topo de um grande barril coletor

Quando você despeja a cerveja filtrada do barril coletor
É como os barulhos dos cursos do Tigres e do Euphrates
Ninkasi, você é a única que despeja a cerveja filtrada do barril coletor
é como os barulhos dos cursos do Tigres e do Euphrates

Toda essa fabricação feminina das cervejas se prolongou ainda por muito tempo. Na Inglaterra o excedente que sobrava da fabricação de cerveja, era comercializado por elas e desta forma foram inventas as tabernas (um brinde a isso!).  Toda esta bajulação às mulheres e as cervejas não pára por aqui, ainda podemos citar a importantíssima contribuição da médica, cientista e abadessa Santa Hildegard von Bingen (1098-1179) que relatou em um livro as propriedades e a importância da adição do hoje indispensável ingrediente: lúpulo (um brinde a isso também!).  Há registros que no final do século XVIII que o predomínio feminino na fabricação da cerveja chegaria ao fim devido ao começo da fabricação do produto em larga escala.

Mulheres e sua importância como fabricantes e degustadoras

Mulheres e sua importância como fabricantes e degustadoras

Após longo período de predominância no mercado cervejeiro pelos homens, as mulheres reconquistaram o seu importante papel durante a Primeira Grande Guerra, onde tinham que suprir os soldados nas frentes de batalha e a partir do século XX como profissionais cervejeiras e como consumidoras exigentes.

É inquestionável a importância da mulher desde a descoberta da cerveja e acho sim que cada vez as mulheres estão aprendendo a degustar uma boa cerveja.  Um brinde as mulheres que largaram mão do “normal” e tiveram coragem de apreciar intermináveis novas sensações de amoras, paladares e tudo mais que uma cerveja tem a agregar.

Graças a vocês, posso dizer: hoje Tem Cerveja!

Fonte: Ninkasi, a deusa suméria da Cerveja